Minha lista de blogs

domingo, 22 de outubro de 2017

URESERRA COM SUSTENTABILIDADE NA RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS

A Serra produz muitos resíduos sólidos em forma de entulho. A Secretaria de Serviços, através do Secretário Guto Lorenzoni, sempre recolhe os resíduos nos bairros, através de uma empresa contratada. Esse entulho é destinado ao aterro sanitário da Marca Ambiental, a um custo elevado para o município. Tanto é verdade, que o Secretário de Serviços reiteradas vezes usou os meios de comunicação para alertar sobre as punições a que estão sujeitos empresas e pessoas que não dão a destinação correta ao entulho que geram, seja numa reforma ou construção em alvenaria. Guto Lorenzoni justifica sua preocupação na grande fatia do Orçamento Municipal que é destinada a esse serviço de coleta, além da destinação em local também pago pela prefeitura. Verbas que poderiam beneficiar a educação, saúde e segurança na Serra.
Mas existe uma forma inteligente e sustentável na destinação do entulho. Próximo à Marca Ambiental tem uma empresa chamada Ureserra, que recicla entulho de algumas construtoras de visão inovadora, até mesmo a Vale aderiu á parceria de responsabilidade socioambiental com esse empreendedor. Em breve, outras empresas de porte no município, também vão chegar ao nível de evolução na destinação sustentável de resíduos sólidos. A Prefeitura da Serra, através da Secretaria de Serviços estuda a possibilidade de aderir a essa concepção do entulho, não mais como um problema social, mas como uma fonte de renda a partir da reutilização dos diversos recicláveis que são descartadas no meio ambiente, poluindo a cidade e gerando despesas vultosas à Prefeitura. Nesse sentido já existe um projeto de outra Secretaria, envolvendo associações de coletores de recicláveis apoiadas pela Prefeitura da Serra e Fundação Banco do Brasil.
Com o apoio técnico da Prefeitura da Serra, os catadores de material reciclável do município vão receber recursos da Fundação Banco do Brasil para compra de material para suas associações, equipamentos e veículo para a realização de seus trabalhos.
O convênio para repasse destes recursos – R$ 150 mil – foi assinado na sede da Abrasol, em Planalto Serrano, no dia 28 de julho, e está beneficiando os catadores integrantes da Abrasol (Planalto Serrano), Recuperlixo (Jardim Carapina) e Amarvila (Vila Nova de Colares).
O projeto apresentado à fundação foi preparado pela diretora do Departamento de Economia Solidária e Associativismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Rogéria Gomes Ramos, que deu assessoria técnica para as associações. “Nós apresentamos o projeto, que foi aprovado e agora as associações colhem os frutos”, explicou.
Segundo ela, com o repasse dos recursos provenientes do convênio, as associações de catadores poderão comprar, além do veículo, equipamentos como: prensa, trituradores de vidros e materiais para as suas sedes, além de computadores, louças, cadeiras e armários.
O Secretário de Serviço Guto Lorenzoni, em sintonia com o discurso do partido do Prefeito Audifax, Rede Sustentabilidade, também deseja o sucesso de empreendimentos que reutilizam ou reciclam materiais descartados no meio ambiente. Tivemos uma conversa sobre esse tema, que entrou na pauta do Blog Folha Serra.

A Ureserra além de reciclar resíduos sólidos, faz a reciclagem de vidas degradadas pela ação da violência. Seres humanos que erraram, cometeram crimes, estão cumprindo o final de suas penas e precisam dessa reinserção na sociedade. São exemplos de empreendedorismo de impactos sociais sustentáveis e positivos como esses, que dão sentido à vida. Tanto as associações de coletores de material reciclável, quanto a Ureserra merecem o reconhecimento de todos nós serranos.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

VIVO GVT VERSUS CLARO NET

Ouvidoria da Net boa tarde! Espero que pelo menos esse serviço funcione. Infelizmente o atendimento da Net é péssimo. Sou sociólogo e tenho uma empresa de pesquisa de mercado. Se eu fosse avaliar o atendimento NET de 0 a 10 daria 1 sendo generoso. Estou há mais de um ano assinando a NET, pois o sinal é ótimo e veloz, nota 10 na mesma escala de avaliação. Se não vejamos! Eu pedi o cancelamento da televisão em conformidade com um direito contratual por ter mais de um ano, já que uso apenas internet, o que pode ser verificado no sistema de tarifação de vocês. Quando vejo um filme é pelo Youtube. As contas estavam sempre entre R$ 104,00 a R$ 110,00. Mas no dia 20/09 veio R$ 148,13, não paguei e nem vou pagar esse valor, pois não uso o serviço de TV a Cabo. Embora tenha o cabeamento eu cancelei esse serviço, como mostra meu histórico de faturas:

                20/09/2017         1813      R$ 148,13    Em Aberto    VISUALIZAR       BAIXAR               
                20/08/2017         1807      R$ 110,38            Paga      VISUALIZAR       BAIXAR                
                05/07/2017         6220      R$ 104,90            Paga      VISUALIZAR       BAIXAR                
                05/06/2017         6172      R$ 110,19            Paga      VISUALIZAR       BAIXAR                
                05/05/2017                       R$ 104,90            Paga      VISUALIZAR       BAIXAR                
                05/04/2017         6086      R$ 111,34            Paga      VISUALIZAR


A moça que me atendeu muito péssimo disse que eu assino TV a cabo, coisa de satanás. Sou evangélico e não aceito esse tipo de coisa errada. O atendimento de vocês é tão péssimo que tentei colocar NET no escritório da minha outra empresa a Artmec, não foi possível, esperei duas semanas e nada aconteceu. Contra a minha vontade contratei a GVT, que foi instalada no outro dia, menos de 24 horas depois. Estou muito satisfeito, a Vivo joga limpo, o atendimento é ótimo e não sofro nenhum constrangimento. Antes de trocar o serviço da minha casa pela GVT, resolvi acionar a Ouvidoria. Quando o atendimento é muito ruim e questão de  gerenciamento, logo espero a pior ouvidoria do Brasil. Na verdade eu pedi para cancelar o serviço mas a moça desligou na minha cara, sem me transferir para o setor de cancelamento. Por uma questão de cidadania plena não vou pagar essa conta e ainda vou processar vocês pedindo uma indenização caso esse absurdo continue. Se a ouvidoria for um pouco séria e responsável vai entender o motivo pelo qual vocês estão perdendo mercado para a GVT depois que a Vivo comprou, melhorou muito. Como esse concorrente é superior em atendimento, com a mesma qualidade do sinal! Ainda vou colocar essa denúncia à essa ouvidoria no meu blog, e no meu jornal, para outros clientes fazerem o mesmo. Se todos os clientes deixarem de pagar contas alteradas a NET precisará melhorar o atendimento, para continuar no mercado. Cada cliente perdido, pelo motivo de vocês não jogarem limpo leva outros clientes ao concorrente. Isso é o princípio da falência. Obrigado pela desatenção, assim eu aprendendo como não se deve ser em termos de mal atendimento.